Novo governo aponta para a popularização da internet

07/01/2011 18:09

No que depender dos novos comandantes dos ministérios, o acesso à internet em banda larga no Brasil vai aumentar por meio de políticas públicas. Em seus discursos de posse, tanto Aloizio Mercadante, agora titular da pasta de Ciência e Tecnologia, quanto Paulo Bernardo, à frente da área de Comunicações, afirmaram compromisso com a popularização da internet.

De acordo com Bernardo, o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), instituído em 2010 pela administração Lula, é a segunda prioridade da presidente Dilma Roussef. Em entrevista ao jornal “O Estado de São Paulo”, o ministro das Comunicações garante que o PNBL, causa de conflito do governo com as operadoras de telecomunicações devido à entrada da Telebrás no mercado, é o “xodó 2.0” de Dilma. O primeiro seria o programa Luz para Todos.

A meta de preço prevista no plano, entre R$ 29 e R$ 35, voltará a ser debatida com as companhias, mas um serviço com essa tarifa deverá estar no mercado ainda este ano. O ministério também pretende aproveitar a negociação do terceiro Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU) para incluir a banda larga como serviço universal, logo, sujeito a metas. O novo PGMU deveria entrar em vigor em janeiro, mas a possibilidade de alteração de suas regras e objetivos o adiou para maio.

Fonte: http://www.guiadascidadesdigitais.com.br/site/pagina/novo-governo-aponta-para-a-popularizao-da-internet

—————

Voltar